Krrish - O vingador da noite | Mais romântico que herói

“Todo ser humano que luta por uma boa causa é um herói”

O autor da frase acima tem 20 anos. Vive isolado com sua vó no campo, longe da cidade grande e possui poderes especiais. Seu nome é Krishna.

KRRISH – O VINGADOR DA NOITE é um filme indiano lançado em 2006 e dirigido por Rakesh Roshan. Ele apresenta história de um homem que decidiu ir atrás de seu amor e acabou envolvido em uma trama de vingança familiar e salvação do mundo das mãos de um louco.

Esta Observação tem por intenção mostrar, muito mais do que a parte heroica, o lado humano de Krishna. Sua simplicidade, honestidade e ingenuidade são mais impressionantes que os seus superpoderes!

MEU NOME É... KRRRISH...

Krishna está no Grande Circo de Bombay. Ao seu lado, a bela jovem Priya. Um incêndio começa e o protagonista se vê forçado a usar sua força e rapidez, acimas da média, para salvar as pessoas. Para não ser identificado (ele prometeu a sua avó não exibir suas habilidades), nosso herói consegue achar uma máscara, porém, em um deslize, quase diz seu nome real para uma criança que estava entre as chamas: “Meu nome é Krrish...”. E é assim que Krishna vira Krrisch!

No entanto, a história começa antes. Herói sem querer. Assim podemos defini-lo. Seus poderes, herdados de seu pai que teve contato com espécies alienígenas (!!!), são inúmeros. Além de uma velocidade acima do normal, sua força supera de longe a dos seres comuns.

Nosso herói tem amizade apenas com a natureza e os animais, por ser oriundo de uma pequena vila na Índia e protegido por sua avó contra os perigos das grandes cidades. Tudo muda quando ele salva uma garota que está caindo de um paraquedas. Seu nome é Priya.

Através da moça nosso herói é apresentado a um mundo cruel. Sua personalidade é ingênua e o pouco contato com seres humanos o ajudou a se tornar um homem simples. O amor de Priya o leva até uma cidade grande, em Singapura, onde Krishna se depara com desilusões, traição e vingança.

Mais do que enfrentar grandes vilões, sua boa alma é a característica mais marcante do filme. Exemplo disso é quando Krrish ajuda um rapaz a ganhar dinheiro para pagar a operação de sua irmã ou quando ele se comunica com os animais, que parecem entender o rapaz e sua boa índole.

AMOR CORRESPONDIDO... MUNDO SALVO!

Krrish – O Vingador da Noite pode ser divido em duas partes. A primeira é focada no amor que o herói sente por Priya e por seus gestos de bondade. A cena do parque, onde Krishna impede sua amada de cair chega a ser piegas. Assim como a atuação dos atores, principalmente do protagonista, que beira a canastrice. No entanto, essas características (bastante comuns no cinema de Bollywood) não destoam do ritmo da obra, já que nessa parte o enredo está mais para uma comédia romântica do que para ficção e aventura.

A segunda parte, a meia hora final, parece outro filme. O clima leve e de comédia romântica dá lugar a uma história de vingança e heroísmo com os clichês clássicos do gênero, como, por exemplo, salvar uma criança prestes a ser atropelada por um ônibus ou um computador – no estilo Minority Report – que prevê o futuro. E claro, ao final, o herói salva o planeta e fica com a garota.

A impressão é que a parte final tem um ritmo mais acelerado, como se o diretor tivesse se lembrado de que estava fazendo um filme, não de romance, mas de super-herói e colocado toda a ação às pressas nos últimos minutos.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mesmo com um fim, a meu ver, exagerado e cheio de clichês, as quase duas horas de filme passam rápido. A ingenuidade e romantismo caricato de Krishna chamam mais a atenção do que seus superpoderes.

Sempre tive empatia por personagens inocentes e que enfrentam situações perigosas de uma maneira ingênua. A fase de Goku pequeno, em Dragon Ball, de Akira Toriyama, elucida bem o que quero dizer.

É quase impossível não simpatizar com os trejeitos do herói ou de seu pai. Até a bela Priya, no começo um pouco interesseira, ganha o espectador com seu amor pelo protagonista. Vale citar a estranha mistura de híndi e inglês que os indianos usam na obra a tornando mais hilariante.

Krrish – O Vingador da Noite é uma boa pedida para quem está cansado de filmes com super-heróis muito sérios e também é uma ótima oportunidade para conhecer o cinema de países como Índia.

KRRISH – O VINGADOR DA NOITE
Título original: Krrish
Estúdio: Filmkraft Productions
País de origem: Índia
Ano de lançamento: 2006
Diretor: Rakesh Roshan
Roteirista: Sachin Bhowmick, Rakesh Roshan, Akash Khurana, Honey Irani e Robin Bhatt
Elenco: Hrithik Roshan (Krishna / Krrish), Priyanka Chopra (Priya), Rekha (Sonia) e Naseeruddin Shah (Dr. Siddhant Arya)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...